Alergia ou intolerância ao leite? Saiba as diferenças

É muito comum confundirmos a intolerância à lactose e a alergia à proteína do leite, pois estes dois elementos estão presentes no leite e seus derivados, mas seus sintomas e tratamentos são diferentes, por isso é importante ficar atento aos sinais que nosso corpo dá ao ingerirmos este tipo de alimento.

A lactose é o açúcar que está presente no leite e precisa de uma enzima específica para ser digerido pelo nosso organismo que é a lactase. A intolerância se dá quando o organismo para de produzir esta enzima provocando sensação de inchaço, distenção abdominal, gases, diarréia e até vômito estes sintomas podem ser observados logo após o consumo de leite ou algum derivado. A intolerância à lactose não pode ser revertida, seu tatamento basicamente é a ingestão da enzima lactase quando for feito o consumo de produtos que possuam lactose.

Já a alergia à proteína do leite é diferente e pode ser muito mais agressiva ao organismo seus sinais são geralmente em até dois dias após a ingestão do leite ou derivado. As proteínas presentes no leite são a caseína, alfa-lactoalbumina e beta-lactoglobulina e os sintomas podem ser desde a má digestão e falta de apetite ou até mesmo sangue nas fezes, algumas pessoas apresentam ainda sintomas mais leves como coceira na pele, tosse, obstrução nasal e inchaço nas pálpebras, como alguns outros tipos de alergias alimentares. A boa notícia é que esta alergia pode ser revertida com tratamento médico.

Outra boa notícia é que atualmente existem produtos à base de leite que são livres de lactose e também da proteína do leite, basta observamos os sinais que nosso corpo dá para usar os produtos certos para cada caso, procure sempre a orientação de um nutricionista para o consumo dos produtos certos em cada caso.